Preço que a Udemy vende nossos cursos, uma vergonha

Opções

Olá pessoal, tudo bem? Tenho observado como a Udemy faz pouco caso dos instrutores que participam do programa de descontos, vendendo seus cursos a preço de banana, só pra dar um exemplo, meu curso de SolidWorks tem sido oferecido a 23 reais, e eles ainda ficam com 75%, 50% do valor, duas coisas aqui, um assalto por ficarem com uma porcentagem tão alta, e um descaso total com o instrutor. Para a Udemy que vende centenas de milhares de cursos todos os dias, e é cômodo pra eles venderem a este preço, o instrutor é desvalorizado, é obrigado a buscar outras formas de renda, ele fica com pouco tempo disponível pra se dedicar ao curso que está produzindo, afetando também sua qualidade, e por aí vai.

«1

Comentários

  • IsaacMartinsPRO
    Opções

    @capeleto
    entendo sua revolta.

    Mas o propósito da Udemy é esse, oferecer cursos de alta qualidade por um preço muito baixo. Veja desse ângulo: é um trabalho social de qualificação mundial.

    Só não deixe isso tirar sua paz. Uma sugestão é fazer o que Márcio comentou a segunda é você montar uma nova conta na Udemy e colocar os cursos mais Hard, aqueles que você não quer que a Udemy divulgue.

    Agora se você quer que eles vendam os cursos, divulgue para você e no preço original, infelizmente não é a plataforma ideal. :(

  • j2evaldo
    j2evaldo Posts: 45 Community Champion rank
    Opções

    @capeleto
    a plataforma vai te dar um volume de vendas monstro. Logo tu vai ver que vale a pena.

    Att

    Evaldo Júnior

  • Meu Nobre esta sendo tremendamente injusto ....... o custo de divulgação ..... e o que impulsiona as vendas ..... na verdade se você ficar com 25 % sobre as vendas, eles tambem ficam com 25 % o resto é custo de divulgação......... E O NOBRE ACHA BARATO MANTER TODA ESTA ESTRUTURA ...... QUE A UDEMY OFERECE ..... BACKUP, STREAM...E TUDO MAIS SEM LHE COBRAR NADA... ... você pode contratar este serviço de outra empresa e pagar algo em torno de R$ 1000 mensais .... para 1000 alunos..... faça sua pesquisa, Eadbox..... E AFINS ....... agora falando de capacidade de vendas ...... nada se compara a UDEMY ....... lancei um curso a exatos, hoje, 30 dias ...... resultado 470 alunos e mais de 1000 dolares. AGORA VOCÊ PODE VENDER POR SUA CAPACIDADE ORGANICA DE DIVULGAÇÃO E FICAR COM 97 % DESSA VENDA.

    1000.png

  • capeleto
    capeleto Posts: 18
    Opções

    Olá Evaldo tudo bem? Então você deve ter mais tempo do que eu aqui na plataforma e deve conhecer melhor como as vendas se comportam depois de um certo tempo que o conteúdo é colocado. Abraços.

    Att

    Luciano Capeleto

  • capeleto
    capeleto Posts: 18
    Opções

    Olá amigo, você trabalha na Udemy? kkk

  • ricardomilbrath
    Opções

    É brow :D ..

    To aqui a quase 1 ano 'vendendo' cursos, você tem algumas saídas interessantes que é o que estou começando a fazer:

    1. Mantenha sua conta nas promoções;

    2. Crie uma segunda conta sem participar das promoções (eu fiz isso, coloquei o nome de Cursos Faixa Preta - Ricardo Milbrath) ainda não postei lá, por preços fixos.

    3. Use essa conta de preço fixo, estratégias externas (vou fazer isso) e para iscas digitais (cursos grátis de 2 horas e utilize com sabedoria a Aula Bônus).

    A marca da Udemy é vender cursos de qualidade a preço baixo, 99,99999% dos usuários esperam as promoções para comprarem cursos porque sabem que o preço vai despencar.

    As pessoas dizem que o 'volume' vale a pena, mas não pensam pelo seguinte lado.

    Se você tem um curso de 129 reais e faz 1 venda por dia neste valor, em 5 dias quantos cursos a 21,99 você precisa vender para se igualar o resultado do preço fixo?

    O 'problema' é que se você depender exclusivamente da udemy, você precisa participar de promoções, se você tem um site que a pessoa compra por seu link e você bola uma estratégia, venda pelo preço fixo em uma segunda conta.

    Ah, eu tenho certificado SolidWorks e Autocad KKKK :d

  • ricardoteix
    ricardoteix Posts: 151 Community Champion rank
    Opções

    @capeleto
    o que o @Anonymous
    está falando faz todo sentido. Eu não sei em que você atua mas entendo que marketing, vendas e infraestrutura de TI custam caro. Realmente quando você vê que ganhou USD$ 0,90 na venda de um curso você fica indignado mas a proposta da Udemy de podermos optar por entrar nas vendas promocionais não vi em outra plataforma. Eu não tenho a menor condição de realizar minhas vendas por conta própria, por vários motivos. Não tenho grana para aportar em publicidade (google, facebook, instagram etc), não tenho conhecimento necessário (ainda) e meu tempo dedicado aos meus Udemy está bem limitado. Sem fazer nada eu cheguei a fazer mais de USD$500 em um mês, o que considero bom com os 3 cursos que eu tenho publicados que não são cursos para um público geral.

    Se você quer ficar com a maior parte você tem possibilidade sim, mas o esforço da venda tem que ser seu, aí você fica com os 97%. Esqueça o discurso romântica. Pra fazer grana tem que ter volume, muitos cursos, muitos alunos, e qualidade para ser competitivo.

    No grupo do facebook, antes desse espaço existir, alguns instrutores postavam seus rendimentos muito bons mesmo participando das promoções.

    No final das contas você tem opção mesmo na Udemy para ficar com a fatia maior.

  • OthonMoraes
    Opções

    Irmão, sua questão faz sentido se você não analisar o modelo de negócios da UDEMY, sim cursos baratos para uma base gigante, ai sendo seu curso de qualidade + tempo de maturação e sim vai compensar. (importante dizer, não estou dizendo que seu curso não tem qualidade, mas a não se que sejas um produtor de conteúdo com público próprio, mesmo com cursos de qualidade vai ter que ter paciência. )

    Antes que você me pergunte, não, não trabalho na UDEMY e não estou aqui "passando pano" para erros, sim existem na plataforma, mas meu irmão, não sei quanto tempo está na plataforma, mas meus primeiros 6 meses na plataforma, vendi o que hj vendo em 12 horas.

    Ah mais 50% de 30 reais é sacanagem, pensei assim: Qual investimento hoje te dá 30% de retorno? sem custo com colaboradores, aluguel, impostos e outras "bruxarias" para se empreender.

    Meu conselho final, crie suas outras alternativas, mas não não veja a Udemy com "Um capitalista malvadão", sim capitalista, mas pode ser um grande parceiro seu. Conferi ai meu post "de 12 dolares a 12 mil reais" acho legal vc ler. Sucesso e e conte comigo.

  • capeleto
    capeleto Posts: 18
    Opções

    Olá Othon, tudo bem? Cara, você me abriu a mente, não tinha parado para pensar nas coisas que colocou aqui, faz todo sentido, o meu curso é bom, e é só ter paciência. Abraços e obrigado.

    Att,

    Luciano Capeleto

    Instrutor

  • OthonMoraes
    Opções

    Po, irmão fico feliz se alguma informação ai foi útil pra vc e vai por mim mesmo, eu estava certo de que cursos tão baratas era furada e quase não entrei para a UDEMY por causa do valores dos cursos, mas graças a Deus de verdade, resolvi ariscar. Sucesso ai e vamos em frente.

  • FelipeAndrade
    Opções

    sugiro ir para a hotmart.

  • BrunaCunha331
    Opções

    Olá Ricardo!

    Achei a ideia de segundo cadastro genial!
    Mas fiquei com uma dúvida: isso não seria bloqueado pela plataforma por ter cursos duplicados? Não poderia ferir a política de exclusividade?
    Ou a ideia é refazer, reformular os cursos tornando-os diferentes dos originais?

    obrigada!

  • Não Trabalho, como funcionário, mais trabalho como gerador e criador de conteúdo, .... mas seu comentário, precisava ser respondido, olhe meu resultado em 70 dias .......................... SEM NENHUM IMPULSIONAMENTO DE MINHA PARTE. 70 DIAS.png

  • São Cursos diferentes.


    @BrunaCunha331
    escreveu:

    Olá Ricardo!

    Achei a ideia de segundo cadastro genial!
    Mas fiquei com uma dúvida: isso não seria bloqueado pela plataforma por ter cursos duplicados? Não poderia ferir a política de exclusividade?
    Ou a ideia é refazer, reformular os cursos tornando-os diferentes dos originais?

    obrigada!


  • AndreLMFSantos
    Opções

    Realmente toda a infraestrutura e custos com publicidade "justificam" o share entre professores e plataforma.

    Contudo, o questionamento do @capeleto
    faz sentido. É importante questionar a margem oferecida aos professores. Reivindicações como esta são fundamentais para a valorização dos professores. Temos que pensar que não somos meros produtores de conteúdos. Nós fazemos a diferença, geramos mais que conteúdo, geramos conhecimento utilizado para melhorar a vida das pessoas e a sociedade. São anos de experiências de teorias e práticas que estamos compartilhando. Não podemos aceitar que a internet seja uma extensão do que se vive no presencial, onde os professores são desvalorizados e recebem cada vez mais salários mais baixos.

    Outro ponto importante: assim como a Udemy tem custos com infraestrutura os professores também têm. Fazer um curso online demanda tempo e investimento. É mais trabalhoso gravar um curso do que fazer presencialmente e demanda muito tempo.

    O pessoal colocou várias alternativas interessantes, gosto muito da estratégia do @ricardomilbrath
    .
    Acho que vale apena investir por esse caminho. Particularmente, eu tenho os cursos aqui na plataforma e procuro criar um portfólio para ampliar os tipos de serviço.

  • AndreLMFSantos
    Opções

    @capeleto
    e demais colegas. Tem um grupo no Facebook criado por instrutores para instrutores para podermos compartilhar dúvidas, fazer parcerias, etc. Segue link:

    https://www.facebook.com/groups/1197989133906131

  • ricardoteix
    Opções

    O grupo Instrutores UDM tem 257 membros. Acho que foi criado logo o oficial ser fechado.

  • WashingtonJ692
    Opções

    Estou chegando agora. Boa tarde. Não quero ser advogado da Udemy. Mas já pensaram na estratégia de produção que vocês estão trabalhando. Já tentaram negociar com a Udemy. E por outro lado, ninguém é forçado a ficar com a empresa. Tem outras no mercado do segmento. Sem falar que todos concordaram com o contrato.

  • WashingtonJ692
    Opções

    Muito boa a dica, principalmente para a Udemy se armar contra estas estratégias. Ou vocês acham que não estão acompanhando todas estas conversas?

  • AndreLMFSantos
    Opções

    @WashingtonJ692
    sim, você está certo. Eles acompanham e até tem modelos de machine learning para cruzar os dados. Com certeza qualquer tipo de manifestação que eles achem que podem ameaçar os negócios deles serão coibidas. Infelizmente quem tem poder dita as regras


    @WashingtonJ692
    escreveu:

    Muito boa a dica, principalmente para a Udemy se armar contra estas estratégias. Ou vocês acham que não estão acompanhando todas estas conversas?



    .

  • AndreLMFSantos
    Opções

    @WashingtonJ692
    respeito seu ponto de vista. Concordo que deve se abrir uma janela para conversas com a empresa, isso é fundamental. Mas, reivindicações legítimas são importantes para ambos lados (empregador x empregado; empresa x consumidor). A partir do momento que a empresa conhece seus pontos fracos ela conseguirá desenvolver uma estratégia, modelo de negócio e produtos/serviços melhores.

    Por outro lado, na minha opinião, não ser forçado a algo não significa que você não possa lutar para que aquilo melhore. É assim que a sociedade evolui. Pessoas não são forçadas a trabalharem em x economia ou a consumir y produto/serviço. São essas críticas construtivas que fazem com que as empresas desenvolvam produtos melhores e que tenhamos melhores condições de trabalho. Agora sim, se a insatisfação for grande e perceber que a probabilidade de melhorias são mínimas, neste caso o melhor caminho é seguir seu conselho e buscar outras alternativas.

    Essa é apenas a minha opinião pessoal, com base nas influências sociais, culturais e crenças que me cercam. Respeito o ponto de vista de todos dos professores e também da Udemy. Acredito que o importante é dialogar para buscar algo que favoreça ambos lados.

    Gosto muito da comparação com a NBA (National Basketball Association). Mesmo ganhando bilhões os atletas reivindicaram melhores salários e melhores condições de trabalho. Por isso, que a NBA é a potencia que é hoje e os atletas não querem sair de lá.

  • Acho esse discurso " ninguém é obrigado " tão simplista ....não acrescenta em nada .............. e chega ser ofensivo a quem só quer buscar melhorar nosso sistema de trabalho.

  • capeleto
    Opções

    Meu amigo, a questão não é concordar com o contrato ou não, ele pode ser como está, mas com um pouco mais de consideração pelo instrutor, que é a peça principal disso tudo.

    Luciano Capeleto

  • capeleto
    Opções

    Exatamente André, falou tudo e mais um pouco, a plataforma gasta muito com tudo que já sabemos, mas me desculpe a Udemy, isso não justifica o que a Udemy oferece aos instrutores.

    Luciano Capeleto

    Instrutor

  • OsvaldoEsteves
    Opções

    Concordo, eu gastei 400 Reais para impulsionamentos no FB e IG um curso de Comex. mais de 400 pessoas clicaram no link. Formatei as promoções por grupo de interessa, idade, região etc....

    Sabe quantas pessoas compraram? duas, ganhei 97 % sobre a receita bruta o que meu deu cerca de R$ 48,00, fora o trabalho de pensar na arte das postagens, nem olhei os detalhes para não passar nervoso, pois acho quem comprou foi por meio de uma postagem gratuita no FB em em grupo de Comex

    Não fiz mais nada, parei 30 dias faturei USD 100. Sim. meu curso de Comércio Exterior não tem demanda. mas estou contente, pois só tenho 60 dias de Udemy

    Eu acho que o problema não é com a Udemy, é com quem não quer pagar acima de R$ 39,00. Quem não gosta dos valores aumente para acima de R$ 100,00 e tira da promoção, mesmo que for em outra conta.

    Abraços

  • AndreLMFSantos
    Opções

    @OsvaldoEsteves
    você sentiu na pele o que é fazer marketing digital. Não é tão simples quanto parece e estratégias de curto prazo são complicadas de gerar resultados. Outro ponto que temos que ficar espertos é que quando direcionamos as pessoas do Facebook para cá, estamos direcionando não só para os nossos cursos, mas para todos os outros. É muito difícil que as pessoas comprem o curso de cara. Lógico que vão olhar outras opções e aí pode ser que elas nem voltem para os nossos cursos e comprem outros. O que vejo algumas pessoas fazendo é criar carteiras de pessoas interessadas (engajamento em redes sociais, pegar dados de contato, páginas em redes sociais etc.), depois tentam "amarrar" bem os possíveis alunos, só depois disso converter em vendas.

    Esse tipo de ação agressiva de marketing direcionando as pessoas para a plataforma da Udemy é perigosa para nós, mas é 100% eficiente para a Udemy, pois mesmo que não comprem os nossos cursos, irão comprar de terceiros ou na pior das hipóteses a Udemy consegue divulgar a marca.

  • Não estrou fazendo nada de ilegal, de errado, apenas trabalhando. pesquisando ....... O MAIOR ERRO NÃO ESTA EM FAZER , E SIM EM NADA FAZER.