Eu tive dificuldade em entender, VÃO METER A MÃO em nosso bolso, DE NOVO

cancelar
Mostrar resultados para 
Pesquisar em vez de 
Queria dizer: 

Eu tive dificuldade em entender, VÃO METER A MÃO em nosso bolso, DE NOVO

Ir para a Solução

 

 

Eles precisam investir na plataforma, e nós é que vamos pagar a conta?

 Tem que cobrar de quem compra o produto.

A plataforma ainda não consegue se manter sozinha? 

 

ProfessorMarceloMoraes_1-1699360691030.png

 

 

 

 

 

1 SOLUÇÃO ACEITE
13 RESPOSTAS 13

Ir para a Solução

Pois é, mais uma vez. E não duvido que daqui mais uns meses ou anos a receita atual de 37% seja reduzida para 25%. 

E provavelmente esse novo modelo de receitas sobre assinaturas vão seguir o modelo do For Bussiness. 

Ir para a Solução

Já passou da Hora de  AÇÃO, o que a udemy faz beira a falta de respeito com meu trabalho, ficar com 75 % de um produto que me pertence, pior que tem gente que ainda bate palmas, para essas arbitrariedades. OUTRA QUESTÃO ESTÃO COBRANDO 30 % DE IMPOSTOS EM TODAS AS VENDAS, E NINGUEM SE PRONUNCIA.

Ir para a Solução

Oi professor Marcelo!

Estavam cobrando 30% de cada venda no meu relatório neste mês de novembro, daí atualizei o formulário fiscal e parou de cobrar os 30%. Estão pedindo para os professores atualizarem o formulário fiscal até o final do ano. Atualize o formulário o quanto antes para você não perder mais dinheiro, veja se funciona pra ti.

 

Obrigada por nos informar sobre as mudanças de comissão da Udemy, eu não estava sabendo. Gratidão.

Ir para a Solução

Quando a Udemy fez aquela primeira redução nas receitas, acho que entre 2020/2021, eu postei aqui alguns dados mostrando o quando essa redução derrubou minhas receitas já no primeiro mês da mudança. E isso é óbvio, se você ganha 50% de algo e passa a ganhar 37% (que na verdade são 34%) não tem como achar que houve uma melhora. 

 

Se com os milhares de produtores de conteúdo que a Udemy tem espalhada pelo mundo, não conseguir se manter sem reduzir as receitas dos produtores é porque está na hora de mudar quem gerencia a empresa. Eles não estão sabendo fazer as coisas funcionarem bem para todos os lados. Pq os únicos beneficiados tem sido a Udemy e os Alunos, os instrutores não param de sangrar. 

 

DaniloMota
Community Champion Community Champion
Community Champion

Ir para a Solução

Você definiu tudo mestre. Não é possível que os instrutores ainda não acordaram para o que está acontecendo. É triste...

Ir para a Solução

@DaniloMotamuitos instrutores, entram depois da mudança, muitos não tem vendas e nem se dedicam, uma parte dos bons ganha um valor alto e está satisfeito.

 

Fora os que dependem do valor que recebem aqui, ficam com receio de ficar apontando.

 

E os que falam só fazem aqui dentro da comunidade onde não tem eficiência nenhuma, porque nada se torna público, qualquer aluno da udemy não tem ideia de como funciona a divisão de receitas nem como era, ou que mudou.

 

É muito improvável que exista alguma organização por parte dos instrutores que seja grande o suficiente para afetar a udemy, ainda mais se as reclamações se limitarem apenas a comunidade interna, reclamar aqui e pregar pra convertido.

Ir para a Solução

A SITUAÇÃO É MUITO GRAVE.

 

Olhem essa avaliação sobre a situação das ações da UDEMY:

 

 

Aqui estão alguns pontos que podem ser considerados:

  1. Variação Percentual:

    • Calcular a variação percentual do preço da ação ao longo dos dois anos pode fornecer uma perspectiva mais clara do declínio. A fórmula para calcular a variação percentual é:
      Variac¸a˜o Percentual=Prec¸o Atual−Prec¸o InicialPrec¸o Inicial×100Variac¸a˜o Percentual=Prec¸o InicialPrec¸o AtualPrec¸o Inicial×100
    • Neste caso:
      Variac¸a˜o Percentual=12−2626×100≈−53.85%Variac¸a˜o Percentual=261226×10053.85%
    • Isso indica uma redução significativa no valor da ação.
  2. Causas do Declínio:

    • Investigar as razões por trás da queda no preço da ação. Pode ser devido a problemas financeiros da empresa, mudanças no setor, condições econômicas gerais, entre outros fatores.
  3. Perspectivas Futuras:

    • Avaliar as perspectivas futuras da empresa e do setor. Se houver planos de recuperação, mudanças estratégicas ou indicadores de crescimento, isso pode influenciar a decisão de manter ou vender a ação.
  4. Comparação com o Mercado:

    • Comparar o desempenho da ação com o desempenho do mercado ou do setor pode oferecer insights adicionais. Se a ação estiver subperformando em comparação com seus pares, pode ser um sinal de preocupação.
  5. Considerações de Longo Prazo:

    • Se o investimento foi planejado para o longo prazo, é importante considerar se as razões para a queda no preço são temporárias ou se indicam problemas estruturais mais profundos.

É sempre recomendável consultar um profissional financeiro ao tomar decisões de investimento, pois a análise de ações envolve muitos fatores e riscos.

Ir para a Solução

Realmente é muito desanimador ,😢

Ir para a Solução

Enquanto não tiver uma concorrente direta da Udemy, a plataforma vai reduzir cada vez mais. Eu sempre torço para que apareça uma empresa que trabalhe aqui no Brasil nos mesmos moldes da Udemy. 

Hoje temos a Domestika, em que alguns nichos podem trabalhar com a plataforma, desde que o projeto seja aprovado. Mas, ainda sim, não é concorrente direto.

Espero que esse dia chegue e tenhamos uma concorrente direta 

Ir para a Solução

Tem algumas outras plataformas no brasil que seguem o modelo da Udemy, entretanto, elas não tem alcance. Uma das vantagens hoje da Udemy é o alcance. A marca se tornou bastante conhecida e uma nova plataforma teria que investir muito em publicidade para os clientes se direcionarem e serem direcionados a ela ao buscar um curso no google.

Acho que vai ser bem difícil a Udemy ter um concorrente que faça valer a pena para nós instrutores colocarmos nossos cursos lá.

Ir para a Solução

@Marcio concordo, e bem difícil achar empresas similares que dêem resultado no Brasil, para inglês tem várias.

 

Tanto que vemos que quem sai da udemy e para fazer o próprio marketing, muitos saem, dão de cara e voltam pra cá...

 

Essa e uma realidade complicada para esse formato.

Ir para a Solução

A não ser que o instrutor seja bem conhecido na área dele, como esses vários youtubers que lançam cursos, é bem complicado ir para uma plataforma que dependa diretamente do marketing do instrutor. Eu já não tenho esse perfil, por isso, ainda continuo na Udemy.  

cancelar
Mostrar resultados para 
Pesquisar em vez de 
Queria dizer: 
Discussão
Converse sobre diferentes estratégias e compartilhe suas experiências com criação de curso, marketing e gerenciamento de curso com seus colegas instrutores.
Autores com maior número de curtidas